vinificação por gravidade

A vinificação por gravidade é cada vez mais utilizada pelas vinícolas que buscam excelência. Para aquelas situadas em áreas de declividade, a construção aproveita os desníveis do terreno e a adega é construída tirando proveito disso, geralmente com 2 ou 3 pisos. Este é o requisito básico para que o processo seja feito exclusivamente por gravidade, sem o uso de bombas. Assim, as uvas vão da esteira de seleção para a prensa e desta para os tanques de fermentação de forma mais delicada, sem o uso de força mecânica, preservando a integridade das uvas. Desta forma, evita-se uma extração excessiva, taninos muito agressivos e uma maior oxidação. Além de ser um processo sustentável com economia de energia.